Em Fá Sustenido
 
10 de Janeiro de 2012

 

Debaixo da ponte correm pedras

Natureza morta

Que mata

Pousio bravo

Obstáculo de tropeço e arremesso

Oceano irracional

Pedestal sombrio

Catedral do vazio

Abismo

Penedos pontiagudos

Pedregulhos

Areias e Seixos

Calhaus

Correm pedras debaixo da ponte


musicado por Fá# às 08:30 link da pauta
Escalas:
Cheio de sentido e sentidos este belo poema. Atrever-me-ia a dizer que a ponte é o que nos eleva e nos distancia de tudo o que se nos apresenta como negativo (o que está sob a ponte).
Rita a 25 de Fevereiro de 2012 às 23:24
Muito bem dito, Rita.
Que se construam sempre pontes que nos elevem acima do que for negativo :)
Obrigada pela visita e palavras.
Fá# a 26 de Fevereiro de 2012 às 09:16
Com mais som
23 comentários
18 comentários
17 comentários
15 comentários
15 comentários
14 comentários
13 comentários
12 comentários
11 comentários
10 comentários
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape